Thursday, November 02, 2006

Sonhos Enjaulados 
Viver intensamente um sonho
Sem enjaular sua essência.
Deixar o coração bombear o impulso
Sentir o grilhão da abstinência

Um vício de pensamentos errantes
Desde a aurora até os dias inacabados
Continuou com o som ofegante
Dos suspiros, dos sonhos enjaulados.

Pudera eu desatar este nó
Que aperta minha´alma
Até as lágrimas virarem pó.

Por que esse brilho me prende?
Teu sussurro – por dentro – me afaga
Por viver sonhos incessantemente

Autora:Lena Casas Novas

7 comments:

Michael Meneses said...

Muito legal esse texto, tem partes dele que tem tudo haver comigo.

Beijos

ALF O Extasiado said...

Ótimo. Belo texto sobre o sonho. sobre cultivar o sonho sem perdê-lo, sem enjaulá-lo. E sim viver esse sonho, em todo ele, em toda a sua forma.
Porque assim é e deve ser.

Belo
;)

Blogue da Magui said...

Ficou bonito.Sonhar faz parte da vida e tem gente que não o faz.Parabéns!

Leila Lopes said...

Não há nada melhor que viver o sonho intensamente,
não, não vivo sem...
bjo

Guilherme Roesler said...

Querida Lena,
como sempre:
Perfeito!

Um vício de pensamentos errantes
Desde a aurora até os dias inacabados
Continuou com o som ofegante
Dos suspiros e dos sonhos enjaulados

Impagável.
Abraços, Guilherme.

Mão Branca said...

Bacana teu blog.
[]s

blogosfera said...

Homenagem ao Portal Lena Casas Novas
pela blogosfera