Thursday, March 01, 2007

AVIVA!

Literatura na forma colonizada
Desenvolveu-se à beira-mar tardia
Sem rima, sem música não é nada
Aviva em ti, o dom da poesia!

O tempo não resistiu às mudanças
O estilo transformou o poeta
Recorreram devagar às lembranças
O gênero literário se entrega

Lírico, épico, que dramático!
Verso e imagens que se revezam
Nas figuras e no ritmo métrico

Sonoro brilho lunático
Texto e contexto se regressam
No infinito conteúdo eclético

4 comments:

ALF O Extasiado said...

Lindo poema.

:)
bjus

Sraake said...

Admiro vocês poetas!
Muito bonito!

magie said...

Lena, estou aqui de volta depois de longas férias! Adorei o poema.

Beijos...

magie said...

Lena, que bela poesia... mudança de estilo, que interessante! Estou aqui de volta depois de longas férias.

Beijos.